Poder contar com mais tecnologia no dia a dia é uma decisão que vai além da necessidade. É por isso que muitos negócios estão adotando um sistema ERP (Enterprise Resource Planning).

Esta solução agrega às atividades funcionalidades que contribuem com a melhor avaliação e uso das informações. Sendo assim, permite mais facilidade e assertividade ao realizar as tarefas, enquanto agrega agilidade ao crescimento.

E só por esses benefícios que listamos aqui, já dá para entender o quanto um sistema ERP faz a diferença na rotina dos negócios, não é mesmo?

Mas, neste conteúdo, você conhecerá ainda as vantagens que um ERP oferece quando está alinhado ao uso de uma boa Plataforma de Gestão para Redes e Centrais de Negócios.

Então, sabe o que você precisa para alcançar resultados mais elevados com o bom uso das informações? Continue a leitura e saiba mais!

Vale a pena ver de novo: a diferença entre o ERP e uma Plataforma de Gestão

Recentemente, trouxemos em nosso blog as diferenças entre a Plataforma de Gestão e um sistema ERP. Mas, é importante retomarmos este assunto para você entender melhor as vantagens para associados e gestores de Redes e Centrais.

Isso porque, cada um deles atende necessidades específicas. Ou seja, não são sinônimos, são complementos!

O sistema ERP integra os dados de diferentes setores e melhora os processos internos. Assim, centraliza as informações e transforma a comunicação corporativa de forma mais eficiente, evitando falhas internas.

Por isso, hoje os associados podem contar com o ERP para acompanhar o faturamento e fluxo de caixa, realizar a gestão de estoque, controlar a produção, ou até mesmo como suporte na gestão de pessoas.

Agora, a Plataforma de Gestão, apesar de bastante parecida com um sistema ERP, possui funcionalidades específicas para o gerenciamento.

Enquanto um ERP é uma solução mais genérica, a Plataforma de Gestão atende com mais precisão às necessidades das Redes e Centrais de Negócios. Por exemplo, a Plataforma de Gestão Área Central apresenta recursos como:

  • Análises de compras de todo o grupo;
  • Controle de acordos comerciais;
  • Comunicação integrada;
  • Painel de Indicadores;
  • Controle financeiro de todas as contas da rede;
  • Emissão de relatórios para análise de dados;
  • Entre outros.

Então, preciso ou não de um ERP?

A verdade é que um sistema ERP atende bem às necessidades dos associados. Porém, somente uma Plataforma de Gestão pode trazer recursos específicos e pensados para um gestor e uma Rede ou Central. Ou seja: as soluções estão conectadas e se complementam, cada uma resolvendo questões de seus respectivos públicos.

Por isso, quem entende a importância de manter os negócios atualizados com as demandas tecnológicas, têm investido em tecnologias como essas para agilizar processos e, com isso, proporcionar o rápido crescimento dos negócios.

Afinal, automatizar as atividades com estes sistemas otimiza a realização das tarefas e faz seus usuários ganharem mais tempo, o que reflete em mais lucratividade.

Porém, antes de qualquer decisão sobre um ERP, temos aqui três dicas que vão direcionar suas escolhas.

  1. Para começar, escolha um ERP que ofereça demonstrações ou testes gratuitos. Não adquira nenhum sistema sem antes saber como usá-lo, ou ainda se possui as funcionalidades que atendem assertivamente o negócio.
  1. Outro ponto a se considerar é o design e a forma como os recursos permitem uma ação intuitiva. Afinal, nem todos têm facilidade de usar as tecnologias. Logo, quanto mais fáceis forem as ferramentas deste sistema, mais fácil fica usá-lo no dia a dia. Você não quer perder tempo tentando entender o funcionamento dos recursos, quer?
  1. E para terminar, não se esqueça de verificar como é o suporte técnico oferecido após a aquisição do ERP. E consulte também quais são estes canais de atendimento disponíveis para os usuários. Pois, em caso de problemas ou dúvidas, é necessário saber com quem e quando pode contar.

E quais as tendências para ERP este ano?

Como tudo no mundo, os ERPs também estão em constante evolução para atenderem às demandas do mercado. Confira quais são as principais tendências para estes sistemas, segundo listagem compartilhada pelo Portal CIO.

  • Migração para nuvem;
  • Expansão do uso de inteligência artificial;
  • Desenvolvimento e comercialização de aplicativos móveis de ERPs;
  • Integração entre ERP e CRM;
  • Valorização do User Experience.

Você precisa ir além na gestão de Redes e Centrais!

Temos dados que comprovam o porquê da necessidade de investir em inovação nas Redes e Centrais de Negócio. Eles foram apresentados aqui no blog, em um blog post sobre investimentos dos setores do mercado em tecnologias.

Em 2019, o crescimento do setor de tecnologia no Brasil foi maior que a média mundial, alcançando 10,5%. Assim, o Brasil ocupa hoje a 10ª posição entre os países que mais investem em tecnologia.

Isso demonstra que muitos modelos de negócios estão adotando cada vez mais inovações no dia a dia, e isso não é diferente entre as Redes e Centrais. Pois os investimentos dos setores do mercado em tecnologia refletem diretamente em seu grau de competitividade e na facilidade de se antecipar aos desafios.

Então, quem quer transformar a gestão dos negócios de forma individualizada e em conjunto, deve contar com sistemas ERP e uma Plataforma de Gestão! Estas soluções são aliadas, e juntas promovem grandes impactos nos resultados dos negócios.

Se você quer saber mais sobre como ir além na gestão de redes e centrais, solicite agora sua demonstração gratuita da Plataforma de Gestão Área Central.

Solicite uma demonstração