Quer reduzir custos, mas não sabe como? Para este conteúdo, trouxemos pontos e ações relevantes, que quando colocadas em prática, ajudam a reduzir custos dentro da Central de Negócios do seu sindicato!

Afinal de contas, frente a um cenário de crise financeira agravada e de quedas na contribuição sindical, a necessidade de se adaptar a uma nova realidade é essencial para manter a saúde dos negócios sindicais.

É determinante que, devido aos cortes em sua arrecadação, os sindicatos precisam encontrar alternativas viáveis e sustentáveis para que o seu desempenho não fique comprometido. E foi pensando nisso, que elaboramos este conteúdo.

Nesse sentido, confira como é possível reduzir custos dentro da Central de Negócios do seu sindicato! Continue a leitura!

Como reduzir custos do sindicato fazendo controle de entradas e saídas?

Antes de partirmos para os pontos importantes para reduzir custos dentro da Central de Negócios do seu sindicato, é preciso levantarmos uma questão: a gestão possui um controle preciso das contas a pagar e a receber?

Se sim, maravilha! A supervisão está bem estruturada e será mais fácil adquirir métodos para reduzir os custos. No entanto, mantenha um ciclo de análise sempre em dia, para evitar que possíveis imprevistos causem problemas.

Agora, se a resposta for não, a situação precisa de atenção, já que provavelmente o sindicato pode estar lidando com gastos desnecessários. 

Nesse cenário, é preciso levantar o máximo de informações financeiras possíveis, para uma análise do que é ou não importante e viável, para só então conseguir tomar as decisões mais assertivas e sair do vermelho.

Dicas para reduzir custos dentro da Central de Negócios do seu sindicato

Com grandes problemas na receita do seu sindicato, ou não, garantir que os pontos a seguir sejam executados é fundamental para a saúde do negócio e, claro, para reduzir custos!

Analise minuciosamente todos os custos

Antes de mais nada: analise todos os custos do sindicato. Isso mesmo, nada de sair cortando todo e qualquer custo, porque isso pode acabar prejudicando o negócio, ao invés de ajudar.

Uma boa opção é montar uma planilha de controle financeiro. Assim, é possível estruturar de forma clara todos os custos e verificar o histórico de cada gasto. Sendo possível identificar o que realmente não está dando o retorno esperado.

Estes gastos sem retorno devem ser os primeiros a serem cortados. Em caso de custos administrativos, estes merecem uma atenção especial, uma vez que realizar a redução errada destes custos pode ser pior que cortar.

Faça uma análise do Fluxo de Caixa

Para uma gestão sindical bem-feita, a fim de cortar custos, sem prejudicar a qualidade dos processos, é importante acompanhar o fluxo de caixa. Num primeiro momento, para alinhar tudo e designar quais custos devem ser reduzidos, avalie os últimos 12 meses de entrada e saída de capital.

Se atente há qual época, cenário ou situação os custos, ou receita diminuem, por exemplo. Com base nessas informações, é possível desenvolver um planejamento e estratégias futuras. 

Busque otimizar os processos

Tudo e todos precisam estar alinhados para que as tarefas sejam executadas corretamente e investimentos errôneos não sejam feitos. Uma boa alternativa é fazer reuniões semanais, com o objetivo de acompanhar o andar dos processos e atividades.

Foque em identificar os que são de alguma forma mais lentos e custosos. Também se atente em saber quais processos podem estar causando insatisfação dos associados. Depois disso, reúna líderes, tomadores de decisão e demais envolvidos em determinado processo que precisa de ajustes, para encontrar soluções o mais rápido possível.

Boa comunicação com toda a equipe é fundamental

Você sabe como reduzir custos dentro da Central de Negócios do seu sindicato?

Sem dúvidas, um fator determinante é engajar pessoas nas ações e projetos do negócio. Alinhado a isso, é essencial que todos estejam cientes dos passos dados e como isso impacta suas atividades.

Até porque, uma equipe que não entende os processos, tende a seguir no caminho errado. E isso, obviamente, vai atrapalhar o sindicato a alcançar seus objetivos.

Ou seja, tudo deve ser comunicado aos associados da Central de Negócio do sindicato, principalmente sobre cortar gastos, mudar processos e reorganizar estrutura. Afinal de contas, todos os envolvidos precisam entender as mudanças que estão sendo feitas e como o processo vai funcionar a partir daquele momento. 

Faça uso de uma Plataforma de Gestão

Fazer mudanças sem medir e acompanhar as metas traçadas, é algo que pode seguir uma direção não eficiente. Por isso é importante apostar em uma plataforma de gestão para conseguir ter mais assertividade na hora de reduzir custos.

Esse tipo de plataforma pode otimizar vários processos administrativos, como cadastrar informações financeiras e gerenciais e permitir a análise de dados estratégicos.

Por meio de um software de gestão, é possível ter mais controle dos dados, reduzindo assim, o potencial de riscos. Possibilita ainda, ter conhecimento, em tempo real, de informações que podem nortear a atuação do sindicato.

Fazer a análise contínua destes fatores é fundamental!

Simplesmente, com a análise contínua dos pontos que elencamos para reduzir custos, a tomada de decisões estratégicas sobre a reestruturação vai ser bem mais assertiva. Logo, isso pode gerar bons frutos para a rentabilidade do sindicato.

Uma avaliação cuidadosa e racional sobre o planejamento orçamentário do sindicato permite que todos os custos sejam devidamente analisados. E, a partir dos pontos que apresentamos anteriormente, será possível priorizar serviços e atividades em relação à outros, definindo quais podem ter seus custos reduzidos.

Tenha em mente que, entender o que vai ser mudado, os motivos que levaram às mudanças e o novo funcionamento, vai tornar a equipe sindical mais preparada para enfrentar o momento e atender aos objetivos da organização. 

Por isso, este deve ser um ciclo e não uma análise isolada – torne um hábito verificar todo o processo constantemente.

E então?

Neste artigo, apresentamos em detalhes, como é possível reduzir custos dentro da Central de Negócios do seu sindicato e enfatizamos a importância de fazer com que os pontos citados, se tornem um ciclo de análise constante, visando a saúde do negócio.

Vale ressaltar que custos não podem ser reduzidos ou cortados sem nenhum critério fundamentado. É importante que a análise de todas as despesas do sindicato seja listada e estudada de tempos em tempos.

Caso tenha ficado alguma dúvida sobre como reduzir os custos no seu sindicato, fique à vontade para entrar em contato conosco

Agora, se você quer conhecer todas as funcionalidades da Plataforma de Gestão da Área Central com mais detalhes, clique abaixo e solicite uma demonstração gratuita!

Solicitar demonstração