Você sabia que, com um programa de aceleração no seu grupo empresarial, é possível realizar grandes negociações? E ainda, engajar os participantes, ter controle das informações do grupo e utilizá-las como vantagem competitiva, ampliando parcerias e disseminando boas práticas de gestão?

Parece uma missão quase impossível conquistar todas estas vantagens de uma forma só, não é mesmo? Mas, saiba que isso já é uma realidade que permite muitas empresas e grupos evoluírem!

Isso porque, ao resolver estas e muitas outras questões junto a uma aceleradora, os negócios crescem muito mais rápido, com mais clareza e assertividade na tomada de decisão.

Neste conteúdo você vai entender como o programa de aceleração de negócios colaborativos contribui para a superação de muitas barreiras que impedem o crescimento dos grupos empresariais.

Ao final da leitura, você verá como é possível transformar dores em experiência e evolução. Afinal, quando trabalhamos pelo seu sucesso, nada é impossível, e missão dada é missão cumprida!

4 principais problemas que o programa de aceleração pode solucionar

O nosso programa de aceleração de negócios colaborativos surgiu justamente a partir da identificação dos principais problemas compartilhados por grupos empresariais, associações, cooperativas e sindicatos.

Acompanhando cada um deles, percebemos que muitos enfrentavam problemas em comum. E que se não fossem resolvidos a tempo, colocariam muitos resultados a perder.

Logo, muitos grupos estavam com grandes dificuldades de crescimento por não conseguirem identificar o que acontecia, muito menos, como superar cada um destes problemas.

Então, listamos a seguir os principais desafios que identificamos em suas jornadas e como eles podem ser resolvidos com um programa de aceleração de negócios. Confira!

1. Falta de estruturação do modelo de negócio

Muitos empreendedores se animam com os benefícios e resultados obtidos com as compras em conjunto. E logo que se unem, já querem começar a agir sem antes mesmo estruturar o grupo. Com isso, acabam registrando um churn muito rápido.

Ou seja, buscar estruturar as atividades depois que os problemas acontecem é uma decisão bastante errônea. O ideal é adquirir o máximo conhecimento possível com quem entende deste modelo de negócio, antes de qualquer ação com o grupo.

Afinal, as compras conjuntas envolvem muitos negócios e todos saem prejudicados caso as iniciativas sejam tomadas sem nenhum embasamento.

2. Negociações sem benefícios

Outro problema comum que identificamos e solucionamos com o programa de aceleração são as negociações sem benefícios. É importante que exista clareza a respeito da aquisição de determinado produto, ou seja, se ele será realmente vantajoso para todos os envolvidos, para assim não realizar compras “no escuro”.

Pense que, ao realizar aquisições conjuntas, é possível obter preços mais competitivos para produtos mais caros, por exemplo. Vale ainda verificar se o item que será adquirido tem uma alta ou baixa representatividade no faturamento do associado, antes de dar o próximo passo na negociação.

3. Falta de compromisso de fornecedores e associados

Atenção: você precisa saber em quem confiar. Parece um conselho baseado em lugar comum, não é mesmo? Mas, pela nossa experiência no mercado, sabemos que existem muitos fornecedores agindo de má fé e convencendo associados a comprarem isoladamente em vez de realizarem negociações em conjunto. O contrário também pode acontecer!

Sabe como um programa de aceleração pode ajudar nisso? Um dos pilares que baseiam o relacionamento é a tecnologia.

Por isso, todas as informações das negociações ficam registradas em uma plataforma, para acesso e visualização de todos. Isso ajuda o grupo a trabalhar com mais transparência e a evitar qualquer risco neste sentido.

4. Problemas no acompanhamento e obtenção de dados

Realizar compras isoladas já exige atenção devido ao volume de informações, imagina em conjunto. Para acompanhar todas as informações geradas pelo grupo, vale a pena novamente investir na tecnologia.

Primeiramente, o programa de aceleração ajuda os grupos a reunirem todos os dados que precisam para basear a tomada de decisão no início das compras. E isso pode ocorrer ainda de forma manual.

Em seguida, estas informações são compiladas em ferramentas de análise e gestão, para agregar mais agilidade aos processos.

Após a realização das compras, os resultados são acompanhados e comparados, para assim ser elaborado um cronograma que orientará um ciclo, ou seja, as próximas ações a serem realizadas pelo grupo.

O que faz os negócios desacelerarem?

Já ouviu a expressão “andar para trás”? É justamente isso que não queremos ver acontecer com os negócios. Sendo assim, o programa de aceleração ajuda você e os demais associados do grupo a identificarem quais são os principais pontos que impedem o crescimento dos negócios.

Isso porque, no dia a dia, muitas vezes eles acabam passando despercebidos. E esta falta de clareza na visão da gestão impede o grupo de evoluir.

Além disso, acabam surgindo consequências sérias como, por exemplo, a frustração ao não alcançar os resultados esperados com o grupo. Esta “gota” de desânimo já é o suficiente para atrapalhar a tomada de decisão e gerar um mar de problemas.

Não para por aí! Pela nossa experiência de mercado, identificamos em grupos empresariais o baixo engajamento dos associados, principalmente quando percebem que os negócios não estão crescendo tanto quanto gostariam.

Assim, acaba-se criando mais dificuldades, como a de saída de pessoas no grupo e até mesmo de rompimentos mais sérios, gerando, mais uma vez, uma bola de neve.

Outro problema bastante presente nesse modelo de negócio associativo é falta de embasamento na tomada de decisão. Escolhas realizadas na zona de conforto, sem nenhuma informação que comprove a relevância, podem resultar em arrependimentos lá na frente.

Ou seja: quanto menos dados você tem em mãos para justificar seu ponto de vista, como saberá se é o melhor para o grupo?

E além de todos estes pontos, a alta demanda operacional, que gera sobrecarga de trabalho e atrasos nas entregas, é um fator que pode desacelerar o crescimento, assim como o contrário, como a morosidade que impede a produtividade.

Mas, calma! Nada de pânico. Se estes problemas fazem parte do dia a dia do seu grupo, saiba que o programa de aceleração vai te ajudar a superá-los. Então, vamos à solução?

Faça acontecer!

Quais problemas um programa de aceleração pode solucionar?

Da próxima vez que você ouvir estes pontos que fazem os negócios desacelerarem, vai lembrar do quanto valeu a pena confiar em um programa de aceleração como a Acelerar.

Muitos grupos já estão solucionando estes dilemas em um tempo muito rápido. Sabe como alcançam este crescimento acelerado? Com direcionamentos precisos da nossa equipe, que sabe como orientar a tomada de decisão e os melhores processos operacionais.

Para isso, ajudamos você a manter o monitoramento em tempo real das informações dos negócios. Também contribuímos com a aproximação e alinhamento das expectativas do grupo com os associados.

E, assim, ajudamos os negócios a aumentarem sua lucratividade e reduzir despesas, enquanto evoluem mais e mais a cada passo.

Queremos ajudar você a fazer acontecer com o programa de aceleração, que conecta crescimento aos negócios.

Então, que tal ir além com a nossa expertise? Vamos juntos promover o desenvolvimento que fortalece o seu dia a dia de trabalho. Este é o momento de estruturar a gestão das compras em conjunto com mentorias alinhadas às expectativas do grupo.

Se não agora, quando? Entre em contato com nossa equipe e saiba tudo o que você precisa para levar o programa de aceleração da Área Central para dentro do seu negócio associativo!