Definição de metas: como você usa isso para superar os desafios na sua Rede ou Central de Negócio?

A resposta para esta questão está em diversas ações do dia a dia do grupo. Ela envolve desde a forma como são acompanhadas as informações, até as negociações realizadas nas compras conjuntas e os resultados obtidos.

Já parou para listar tudo o que você precisa fazer para definir metas assertivas, que realmente funcionem no associativismo? E como isso reflete na lucratividade?

Fique tranquilo, porque nós fizemos isso para você! Siga com esta leitura e veja como estabelecer objetivos com clareza, para fazer sua Rede ou Central crescer ainda mais.

Definição de metas x receita: qual a relação?

O Portal Administradores compartilhou uma informação interessante para te inspirar na definição de metas. Segundo pesquisa, 21% das empresas de alto desempenho que estabelecem estes objetivos com clareza são mais produtivas que os concorrentes. 

E ainda, 69% dos negócios que têm este hábito afirmam que a definição de metas é uma maneira eficaz de construir uma equipe de alto desempenho.

Ou seja: com metas claras, o seu grupo também consegue avaliar melhor o nível de sucesso das ações. E, assim, é possível trabalhar com mais foco e encontrar os melhores e mais rápidos caminhos para o crescimento.

Tudo isso impacta diretamente na geração de receita da Rede ou Central de Negócio. Logo, estabelecer metas para o grupo reflete na criação de estratégias que vão refletir em negociações mais vantajosas junto aos fornecedores, bem como, agregar mais valor aos produtos e serviços para, desta forma, fidelizar clientes.

É por isso que a definição de metas coletivas impacta diretamente também na competitividade do negócio. Afinal, um empreendedor, de forma solitária, terá mais dificuldade de alcançar bons resultados e uma posição relevante no mercado, do que se trabalhar em cooperação com outros empresários, por exemplo.

Portanto, o acompanhamento dos resultados do grupo permite compreender se: 

  • As metas estão coerentes e colaborando para o objetivo macro; 
  • Se as estratégias definidas estão contribuindo e sendo possíveis de executar; 
  • Se a Central se dedicou o suficiente para atingir e a performance de cada associado para bater as metas traçadas. 

Desta forma, comprova-se também o trabalho que a Central vem realizando para beneficiar seu grupo e associados, gerando uma prestação de contas do que está sendo feito para ajudar os negócios a crescerem, incluindo a expansão financeira.

Vantagens da estruturação das metas neste modelo associativo

Todos os grupos associativos são motivados a desafios, não é mesmo? Sabemos disso porque recebemos muitos relatos sobre os problemas que Redes e Centrais de Negócios enfrentam no dia a dia ao buscarem a superação de suas metas.

É por isso que a maior vantagem desta prática é a de ter um objetivo final, para que, assim, todos possam conquistar juntos os resultados almejados pelo grupo. 

E podemos ir além, ao abordar as vantagens das metas, porque quando dependem de todos para serem alcançadas, acabam promovendo o engajamento dos associados. 

Este sentimento de união e reforço do propósito é fundamental para que as atividades sejam fortalecidas neste modelo de negócio. 

Para completar, ter metas estruturadas também ajuda o grupo a ter foco e apresentar com mais transparência aos associados quais são as prioridades dos negócios. Também contribui com melhores análises de resultados, uma vez que, quando todos estão alinhados, fica mais fácil acompanhar os dados. 

E, quando as metas fazem sentido para todos, são construídos ganhos crescentes por meio da identificação de pontos de melhorias e de destaque durante as execuções, porque, durante a superação destes desafios, fica mais fácil descobrir quais são as dificuldades e facilidades de cada associado e do grupo.

Quer um exemplo real de como a clareza das metas impactam na receita? Nós temos!

Recentemente, compartilhamos em nosso blog como você pode acompanhar o desempenho da sua Rede ou Central por meio do Painel de Indicadores, um importante recurso da Plataforma de Gestão da Área Central.

E, nesta ocasião, mostramos como um cliente utilizou esta facilidade, que permite uma melhor visualização e acompanhamento das informações, para aprimorar a forma como bate as metas do grupo.

Esta empresa, com altas demandas na área financeira, trabalha focada em metas agressivas, e conseguiu usar o Painel de Indicadores para ter um melhor acompanhamento do faturamento em relação aos objetivos do negócio. 

Isso porque, o recurso permitiu uma melhor visualização de dados, através de gráficos comparativos de várias fontes. Assim, o cliente tem conseguido otimizar as estratégias em relação aos resultados anteriores.

É por isso que sua Rede ou Central precisa de uma Plataforma de Gestão!

Este é só um exemplo de como uma Plataforma de Gestão impacta na definição de metas e em muitos outros processos que impactam na geração de receita da Rede ou Central de Negócio.

Pela nossa experiência de mercado, sabemos que a falta de planejamento é uma das grandes dificuldades dos grupos associativos. 

Afinal, são muitas informações para serem acompanhadas na rotina. E dedicar tempo para acompanhar tudo e transformar dados em ações estratégicas, exige tempo.

Entretanto, a definição de metas é fundamental para orientar as atividades do negócio e alcançar o que se quer: o crescimento.

Por permitir compilar os dados, projetar os resultados categorizando por períodos, necessidades e filtros, entre outras possibilidades, a Plataforma de Gestão da Área Central pode ser uma ferramenta extremamente necessária para definição de metas.

Isso porque, em uma Rede ou Central de Negócio existe uma maior cobrança de resultados e progresso constante exigida pelos membros. 

Então, contar com um sistema de gestão é a melhor opção para ter um parâmetro completo, tanto das metas, quanto das execuções. Pois, esta tecnologia fornece toda informação necessária para as atividades operacionais e estratégicas do grupo.

Dicas para a definição de metas do grupo

Agora que você já sabe a importância de realizar a definição de metas da Rede ou Central de Negócio, vamos à prática! 

Apresentamos a seguir 3 pontos de atenção que você precisa ter ao criar e executar cada objetivo estabelecido para o grupo.

1. Saiba quando e onde o grupo quer chegar

Para começar, é importante definir os cronogramas, estratégias e objetivos de cada meta. Então, divida cada uma delas em realizações de pequeno, médio e longo prazo. 

Em seguida, estabeleça o que deve ser feito e quais as responsabilidades de cada associado para serem alcançadas.

2. Acompanhe todas as ações

Definidas as metas, é hora de executar. Mas, para isso, todos os envolvidos devem estar alinhados. Então, valorize o diálogo e todas as informações trazidas sobre o trabalho que está sendo realizado para que as metas sejam batidas. 

Veja que as estratégias traçadas estão surtindo efeito e os resultados obtidos no caminho, para saber se precisa alterar as metas ou realizar melhorias. Estes insights podem ser fundamentais para o sucesso!

3. Tenha em mãos tudo o que precisa

Mais do que os dados atuais sobre o trabalho que está sendo realizado para alcançar as metas, é importante ter informações do “antes”, para saber se o “depois” funcionou. 

Ou seja, tenha em mãos um histórico do negócio, para realizar o comparativo e ter certeza de que sua meta foi alcançada com sucesso.

E então?

Você percebeu que para criar metas que impactam na receita da Rede ou Central você precisa de muitas informações, não é mesmo? Neste sentido, não deixe de contar com a Plataforma de Gestão da Área Central. 

Ela conta com todas as funcionalidades que você e seu grupo necessita para lidar com este e muitos outros desafios da Rede ou Central. Quer saber mais? Solicite uma demonstração gratuita!