Se você trabalha como gestor de uma Rede Associativa, deve saber que o cargo apresenta desafios que demandam dedicação, energia e valor a ser atribuído. 

Assim, é alta a importância de determinadas habilidades para uma atuação, de fato, assertiva frente ao grupo. Então, hoje, será que você dispõe de tais habilidades?

Primeiramente, é válido mencionar que uma boa gestão não é feita apenas de técnica, mas sobretudo, de recursos internos que tornarão a técnica verdadeiramente aplicável. 

Isso sim contribui para a evolução do negócio, pois você passa a otimizar os processos e se destacar no mercado, criando um círculo virtuoso.

Neste conteúdo, você verá 6 pontos essenciais para executar o quanto antes e iniciar uma pequena revolução na estratégia da sua operação. Com isso, esperamos te ajudar a alcançar seus maiores objetivos, por meio de passos úteis e agregadores. Continue a leitura e confira!

Saiba quais devem ser as principais habilidades de um gestor de Rede Associativa

Um gestor de Rede Associativa é a pessoa apta a liderar, planejar, organizar as estratégias, ações necessárias e analisar resultados. Na prática, o cargo exige uma postura firme para que tudo se encaminhe de maneira harmoniosa.

A seguir, descubra no que investir para aprimorar a sua execução em grupo:

Inteligência emocional

O primeiro item dessa lista não poderia ser outro, afinal, mais do que expertises tecnológicas, o mercado atual requer cada vez mais inteligência emocional para lidar com as mais variadas situações. 

Veja bem, você pode até ter um currículo invejável, repleto de cursos e premiações na área, mas pouco adianta ter tanta bagagem sem dispor de recursos internos, que servirão como uma espécie de guia no seu dia a dia. 

Principalmente, se a sua Rede possui um número maior de integrantes, maiores são as suas responsabilidades de liderança, fazendo com que um bom uso das emoções se faça essencial.

Aprendizado contínuo

Se o mundo muda a todo instante, um gestor também precisa mudar, certo? Pois bem, a prática do aprendizado contínuo deve ser treinada a ponto do simples desejo em torno do aprendizado se tornar um hábito, que leve a uma ação.

Em outras palavras, você precisa dar os primeiros passos, depois mais alguns e mais alguns, até que eles se tornem naturais e a hipótese de querer ficar sem estudar não exista.

Deste modo, reflita acerca de tudo que você considera positivo na gestão do seu modelo de negócio e, após isso, trate de anotar cada tópico útil para se aprimorar não somente para um evento, por exemplo, mas de forma constante.

Capacidade para tomada de decisão 

Se a sua função demanda um elevado nível de atitudes a serem tomadas, é fundamental poder contar com uma boa capacidade para tomada de decisões. Para isso, boas doses de proatividade precisam ser inseridas no seu cotidiano.

Nesse sentido, um gestor não pode ser aquele que apenas cobra resultados, ele deve ser, antes de mais nada, a pessoa que age, motiva, propõe ideias e  estimula os integrantes ativamente. 

Ele sabe que não pode esperar os problemas aparecerem e se alastrarem, por isso, toma decisões inteligentes em tempo hábil, visando não gerar tantos impactos negativos com isso.

Gestão de pessoas

Se o foco é fazer uma eficiente gestão de pessoas, unindo os valores que você acredita e melhorando o desenvolvimento do grupo, a dica é explorar ao máximo a sua empatia. 

Isso porque, lidar com diferentes pessoas significa estar em contato não apenas com capacidades distintas, mas também com crenças e motivações distintas. 

Assim, para que esse processo ocorra de maneira primorosa, é importante haver um alinhamento de interesses, no intuito de atuar estrategicamente em prol do crescimento da Rede Associativa.

Habilidade em negociação

Saber negociar com fornecedores, é, certamente, uma das responsabilidades mais importantes dos gestores de uma Rede ou Central. Esse é um ponto fundamental para o sucesso desse modelo de negócio, e que, portanto, precisa ser aprimorado, caso não haja tanta facilidade por parte do gestor. 

Clareza na comunicação

Fator essencial para uma atuação mais assertiva por parte do gestor, sem dúvidas, se refere à clareza na comunicação. Portanto, se questione como você anda, pois isso impacta até mesmo no engajamento dos associados, colaborando para maiores resultados. 

Nesse sentido, vale estabelecer uma cultura de feedbacks com os integrantes da Rede, prezando sempre pela qualidade nos processos, que se inviabiliza sem um diálogo eficiente. 

Por isso, mostre para sua equipe que ela tem abertura para expor suas ideias, dar opiniões e pedir ajuda, sem que isso possa parecer negativo.

E então?

Como vimos neste conteúdo, um gestor de Rede Associativa exerce um papel relevante dentro do grupo. Devido a isso, é imprescindível que ele disponha de habilidades específicas que o auxiliem no seu ofício, tais como: inteligência emocional, aprendizado contínuo, capacidade para tomada de decisão, gestão de pessoas, habilidade em negociação e clareza na comunicação.

São exatamente esses aspectos que contribuirão para elevar o patamar do seu negócio, então cada momento é precioso para agir conforme exposto ao longo da leitura.

Para se cercar de ainda mais informações valiosas, acesse e baixe gratuitamente o nosso Kit fundamental de gestão, com ferramentas que podem ajudar a melhorar a gestão da Rede!